A importância da conciliação de vendas de cartões de créditos

Falta de conciliação pode gerar prejuízo para empresa, impactando diretamente no seu fluxo de caixa

* Por Patricia Pazold

Hoje em dia, um dos meios mais utilizados para fazer pagamentos são os cartões de crédito. Eles trazem facilidade para o cliente, para a empresa, e ainda diminuem os riscos de inadimplência. No entanto, a Consultora Financeira Patricia Pazold destaca que essa modalidade de pagamento também pode gerar vários transtornos para a empresa  como taxas cobradas com valores indevidos, fraudes causadas por terceiros e ainda o não recebimento de todas as vendas em sua conta.

Acompanhe o artigo abaixo para entender quais os problemas que uma empresa pode ter por usar essa modalidade de pagamento e, muitas vezes, nem sabe.

Conciliação dos cartões

Fazer as vendas e receber com o cartão de crédito ou débito é muito fácil e prático, pois não há a necessidade de análise de crédito com o cliente. Sendo assim, a empresa fica segura, pois tem certeza que irá receber tudo que vendeu.

Porém, um grande erro que muitas empresas cometem é o de não realizar a conciliação de cartão de crédito. Isso acontece pela morosidade do processo e o pensamento de que é necessário contratar uma pessoa para fazer esse trabalho. Por esses motivos, a maioria dos empresários opta em não fazer.

Riscos da não conciliação

O que muitos empresários não sabem é o risco que a empresa tem de ter prejuízos por não fazer isso, principalmente, o impacto que pode ser gerado em seu fluxo de caixa.

Seguem alguns riscos que as empresas estão correndo:

  • Pagamento de taxa de juros maior da que foi contratada: infelizmente isso acontece muito. Na hora da contratação, muitas operadoras oferecem taxa de juros menores, porém, por saberem que quase nenhuma empresa faz a conciliação de cartões, essa taxa sempre é alterada e a empresa nem fica sabendo que está pagando a mais;
  • A operadora não repassar todo o valor, por erro de transmissão: as operadoras de cartões recebem as informações de vendas por meio de transmissão, no entanto, erros podem acontecer nesse processo e a operadora não conseguir identificar a empresa. Dessa forma, acaba não repassando o pagamento, ficando com o valor pendente até alguém reclamar. Sem a conciliação de cartão, não irá haver reclamação, o que acaba acumulando valores altos. Há casos de empresas que conseguiram receber valores acumulados, em torno de 80 mil, 50 mil, 100 mil e outros mais. Por isso, é necessária muita atenção!;
  • Fraude (poderá trocar maquininha e a empresa nem perceber): Já houve casos que trocaram a maquininha de cartão, colocando outra conta para recebimento e, com isso, passava a maquininha, o ticket ficava no caixa, porém, a venda nunca entrava para a empresa;
  • Fraude de cancelamento: existem maneiras de desviar o valor do cartão de crédito com um simples cancelamento, se a empresa não tiver controle suficiente.

Benefícios de fazer a conciliação

        Por outro lado, a conciliação do cartão de crédito promove diversos benefícios para a empresa. Alguns são:

  • Saber se a taxa cobrada é realmente a que foi contratada;
  • Conseguir identificar valores perdidos na transmissão, garantido que tudo que foi vendido, realmente está sendo recebido;
  • Evitar fraude nas vendas;
  • Ter um planejamento de fluxo de caixa mais confiável.

Soluções

Não é realmente necessário contratar uma pessoa para fazer a conciliação de cartões; existem soluções que podem realizar a conciliação de forma rápida e com custo baixo. Além disso, dependendo da operadora, é possível fazer um estudo e identificar se existem valores que ainda não foram repassados.

Consultoria especializada

As empresas precisam ter controles adequados para que não tenham prejuízos. Existem soluções automatizadas que são práticas e com um custo baixo para qualquer empresa.

Para que seu negócio não sofra problemas com fraudes, falta de recebimento e pagamento de taxas indevidas, é muito importante contar com uma consultoria especializada, que irá indicar soluções que garantem o controle das suas finanças.

*Sobre Patricia Pazold

Patricia Pazold tem 41 anos, é Consultora Financeira, Contadora e Coaching, graduada em Administração de empresas e Ciências Contábeis, possui MBA em Gestão Financeira, Controladoria e Auditoria e MBA em Gestão Tributária. No mercado de trabalho, Patrícia possui 21 anos de experiência na área financeira, atuando com setor financeiro, contábil, compras, crédito, cobrança e logística. Além disso, também conta com uma bagagem de 12 anos de experiência em gestão de equipes. É especialista em consultoria financeira, elaboração e execução de treinamentos, reestruturação do setor financeiro, reestruturação do setor de logística (frota), controle de custos e despesas e controladoria.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Todos os direitos reservados © 2020 Patrícia Pazold Consultoria / Criação e Desenvolvimento do site: Alex Sanches.

Rolar para cima